05 janeiro, 2006

A primeira vez na China...

Foi a primeira vez que pisei solo chinês. Macau já não é português, mas a nossa longa presença naquela terra está visível por todo o lado: edifícios lindíssimos, casas portuguesas, ruas com nomes portugueses...só não se fala português! Porque esse é sempre o nosso erro, em terras de além-mar onde estivémos e fizémos História. Deixamos obra fisica, monumentos, pontes, barragens, estradas, mas a cultura...Não se fala português, só cantonês e inglês nas lojas e empresas.
Quanto ao património está muitíssimo bem conservado, para nossa vergonha!!! Os turistas chineses que todos dias chegam aos milhares a Macau, fotografam as igrejas, as praças, os edifícios que lá deixámos. Adoram tirar fotografias e deixar-se fotografar! Na praia de Hac-Sa, em Coloane, todos os dias chegam dezenas de autocarros com turistas, viajando em grupo, pois só assim podem viajar, com visto "de grupo". Excepcionalmente, em algumas zonas económicas especiais da China, as pessoas têm vistos individuais para viajar: Macau é também uma zona econ. especial, à semelhança de Zhuhai, onde costumamos ir fazer as nossas compras, passando a rasar as Portas do Cerco!!!!
Ao chegar a Hong Kong e quando finalmente saí para o ar livre para apanhar o barco (Foil) para Macau, recebi o impacto de um vento quente, húmido no corpo... Sensação dos trópicos, da terra dos meus encantos, África. Depois, foi o reviver do clima, vegetação, sabores tropicais...Ah, como fiquei feliz!
Tenho voltado a Macau por causa da família...ou será também por tudo isto? Há decerto uma magia que mal chego a Portugal me faz querer voltar...

2 comentários:

paper life disse...

Aí está lugar que infelizmente não conheço.

Bjs e obrigada pela visita.

Era uma vez um Girassol disse...

Pois quando puderes vai até lá! Diferente, isso sim! Imaginas a inspiração que buscarias para a tua escrita? Ah, as deusas...
Bjs