03 janeiro, 2006

Histórias da Tia Alice II

Dou comigo na auto-estrada para o Porto. São 8h 30 da manhã e ao meu lado está a tia Alice. Vamos a caminho de Vila Nova de Cerveira, ver a Bienal. Agosto quente, tempo de férias, mas não para o Fernando que resolveu tanguear-nos: saímos, não saímos....Pô, chateei-me e resolvi abalar!!!! Os homens são uns chatos, quando toca a decidir seja o que fôr...Então se tiver algo a ver com dinheiro, pior!!!!
Vamos estrada fora, na galhofa, passamos o Porto, seguimos para norte: nem conhecia a auto-estrada, não ia para aquelas bandas há anos!
Quando dou por mim, depois de passar a portagem, estou na Galiza...!!! Que é da ponte de ferro? E agora que fazemos? Voltamos para trás? Ná, não sou mulher de medos...Resolvemos seguir, fazer o itinerário que tinha pensado. Vamos animadas, maravilha de auto-estrada, autovia, sei lá!!! Só páro em El Ferrol para almoçar, são 2 horas da tarde; comemos a melhor tortilha de batata da nossa vida!
Sinto-me bem, um frissom nas asinhas, como que : sou capaz de viajar para longe, guiar sem rumo, sem receios!!!! Levantamos pesetas num multibanco! Aleluia! Tudo a correr sobre esferas...Depois de almoço, voltamos em direcção à Corunha, também desconhecida para mim: um pouco antes, viro para a Isla Santa Cristina e páro em frente do Hotel Rias Altas, à beira-mar. Entro, há quarto, 14.000 pesetas, uma fortuna!!!! Que se lixe !!!!!
Seguimos para a cidade da Corunha, estacionamos num parque subterrâneo. Ao chegar ao topo das escadas, deparamo-nos com uma surpresa: estamos na Plaza Maria Pitta, a principal da cidade! Que sorte, só com a tia Alice é que estas coisas acontecem....Passeamos pelas ruas, à descoberta; jantamos numa esplanada uma enorme taça de gelado, fantástico!!! Voltamos, cansadas de tanto andar...Banho, lavar as cuecas para usar no dia seguinte...Dormimos nuas, não sem antes olharmos horrorizadas para os espelhos kitch dos armários, que nos devolvem imagens de mulheres rubenianas, roliças, maduras, cheias de refêgos....!!!!! Que importa? Estamos felizes....
No dia seguinte, cumprimos o programa: Bienal, passeio pela feira de Vila Nova de Cerveira e chegamos a casa pelas 5 da tarde, a tempo de entregar o carro ao Fernando para ir à caça....Ele desistiu de ir...Seria por nos ver tão divertidas ou por gastarmos as massas????
Quanto a nós...prometemos repetir a aventura !!!!!!

3 comentários:

paper life disse...

Já mudámos a música, bom progresso.

Estou quase sem tempo, volto amanhã menos cansada para ler. Bjinos :)

Era uma vez um Girassol disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Era uma vez um Girassol disse...

Olá Vida de papel!
Devagarinho, lá vou indo...
A tua ajuda é importante!!!!
Bjs