18 janeiro, 2006

Nadar em águas quentes



Just a dance - Gerry Baptist

Nadar é um termo excessivo para o que faço quando mergulho no mar...
Chapisco, boio com toda a facilidade (...), nado de costas, faço algumas tentativas, bruços de cabecita fora de água, duas braçadas de crawl vergonhoso...Porque nadar, propriamente, não é! E tenho desgosto, acreditem! Quando, por algum tempo, dei aulas no liceu de Viseu, fui para as aulas de natação. Saía das aulas a correr e lá me esforçava...
Não emagreci com o exercício, porque chegava a casa com fome de leão...

Não aprendi muito mais do que sabia...

A única vantagem que tive em andar lá era ter aquele professor. Um borracho!

Os meus alunos do 10º ano, que eram uns amores, fizeram uns
jograis para o meu aniversário.
Na letra S disseram:
- Sortudo...O professor de natação!
Eu tinha apenas trinta anos....mas a sortuda era eu!

2 comentários:

Bazuca disse...

AHHHHH!!!
até que enfim que te apanhei...
estava a sentir-me ligeiramente anormal...prof. de natação, hein?!
rsrsrs...
bjinhos

Girassol disse...

Olá Bazuca!
Ri-te, ri-te....
Bjinho