21 abril, 2006

Não serei o último Girassol...Muitos mais irão florescer!!!


Hoje vomitei um líquido esverdeado
Eram as primeiras folhas
Estou prestes a florir

O ÚLTIMO GIRASSOL - Jorge de Sousa Braga
in Balas de Pólen
Poema gentilmente colocado pela Sa.ra ( http://soukha.blogspot.com/) nos comentários que não resisti a partilhar connvosco! Obrigada!
( Imagem tirada da net)

5 comentários:

clotilde disse...

Ai, quero-te ver bem florida e amarelinha, a girar com o sol, meu grande girassol.

Beijinhos

sa.ra disse...

:)

tem graça... acho infeliz o título do poema... coisas de poeta... definitivas!

não gosto nada de qualificar nada "último"...

poderia ser "o mais recente girassol"...

fico feliz que tenhas gostado!
beijinhos
tem um feliz fim-de-semana!

(Uma vénia à tua escolha, um post acima)

Um outro olhar disse...

bonito, mas ainda a crescer
...

:)

canela_e_jasmim disse...

È bom este querer transformar o mundo num jardim de girassóis.
Também quero ser um e brilhar com um sorriso!
Obrigada pela força que nós dás, minha querida!

aprendiz de viajante disse...

Fizeste muito bem... é mesmo muito bonito e inspirador... porque o ciclo da vida não tem fim, é um eterno renascer.