14 julho, 2006

Foi hoje!



Eugénio de Andrade escreveu:

....................
é urgente o amor, é urgente
permanecer
.....................

Há duas coisas para mim que não se devem adiar.
O Amor e a Viagem da nossa vida, da saudade.

Nunca adiei o amor…
Disse sempre que amava, quanto amava a quem amava….
Porque nunca é demais dizê-lo.
Se o não fizermos, podemos arrepender-nos mais tarde.

Quanto à Viagem da minha vida…

Bem, ando a adiar!
Por falta de dinheiro, por não ter companhia, por não ter apoio, por ter outras prioridades…

Chega!

Hoje decidi que não vou adiar mais.
Porque preciso dessa viagem interrompida, para continuar o caminho.
Para me despedir da terra que amo, onde criei raízes, onde fui feliz menina, onde fui amada jovem.
Nunca cheguei a cortar o cordão umbilical, tão forte ligação me prendia a ela…
Nunca cheguei a dizer adeus…
Embora nunca o quisesse fazer…

Passaram 30 anos.

Disse o poeta:

….é urgente permanecer.

Como posso fazê-lo, se pés nunca poisaram verdadeiramente neste chão, se as asas continuam leves, se o pensamento foge e se queda lá longe, no horizonte perdido…

Praia do Wimbe - Pemba

Hoje decidi que não vou adiar mais.

Vou a Moçambique enterrar as minhas mágoas.
Para sempre.

4 comentários:

as velas ardem ate ao fim disse...

mais uma vez chorona..mas tb eu queria enterrar as minhas magoas em Luanda....é tao bom termos reordações.bjo e vai em frente

Era uma vez um Girassol disse...

Que chorona? Decidida!!!
Está feito: quando, como,quanto...
Bjs

Teresa Durães disse...

Olá, mudei de ninho

Teresa Durães

Um outro olhar disse...

fazes bem
...


:)