04 julho, 2006

Banderas dança...E que bem!


Ontem fui ao cinema ver "Ritmo e Sedução.
Já imenso tempo que não me sentava numa sala de cinema, se é que se pode chamar isso a um pequeno estúdio...só com três pessoas!
Saudades das grandes salas de cinema! Adiante!




Ver António Banderas no grande écran não é nenhum sacrifício...
É sempre um charme!
Vê-lo a dançar o tango é ainda mais agradável e é isso que salva o filme, se além dele ainda se gostar de dança...






Em "Take the Lead", uma comédia romântica inspirada na história verdadeira de Pierre Dulaine, ele é um bailarino exímio e professor de Manhattan, que voluntariamente vai ensinar danças de salão a um grupo de estudantes mal-comportados de uma escola do interior de Nova Iorque.Inicialmente, os alunos que estão de castigo pensam que esta é uma estratégia para tornar a punição ainda mais penosa. Se ao princípio se mostram muito pouco entusiasmado com as aulas, aos poucos começam a deixar-se contagiar pela energia do professor e não tardarão a admirá-lo e a alinhar na ideia de entrar num prestigiado concurso.Combinar a dança clássica de Dulaine com o estilo único do hip-hop é a ideia que os inspira e motiva. O resultado é um ritmo alucinante e apaixonado, música, partilha, e valiosas lições sobre a honra, o respeito e a perseverança. Para além de Antonio Banderas, integram o elenco Rob Brown, Yaya DaCosta, Dante Basco, John Ortiz, Laura Benanti e Alfre Woodard, entre outros."Ritmo e Sedução" marca a estreia de Liz Friedlander na realização de uma longa-metragem, até aqui conhecida pelo seu trabalho na área dos videoclips (de Joss Stone, U2, Blink 182...) e spots publicitários.








Ficha técnica:
Titulo: « Ritmo e Sedução»
Título original:«Take the Lead »
Realização: Liz Friedlander
Elenco: Antonio Banderas, Rob Brown, Yaya DaCosta, Alfre Woodard, Dante Basco, John Ortiz Género: Drama, Musical
Origem: EUA
Ano:2006
Duração: 108 minutos
(imagens e texto tirados da net)


Mas este projecto não é só dança...
A música e o amor são linguagens universais.
Que unem as pessoas, lhes podem dar dignidade, permitir aproximação, comportar-se com maneiras, respeitar os outros, prepará-los para uma vida mais feliz e completa, até de sucesso pessoal.
Essa é a teoria deste professor de dança, uma história real.
O seu projecto " Take the Lead", que iniciou com tanto empenho e altruísmo, foi acarinhado e levado a cabo em escolas problemáticas, com resultados posiivos.
Danças de salão e hip-hop em mix...Quem diria?????

9 comentários:

Dafne disse...

Olá girassol
Tenho tantas saudades das verdadeiras salas de cinema: São Jorge, Monumental, entre outras.
Hoje em dia, o cinema perde alguma magia pelo facto de ser exibido em estúdios claustrofóbicos.
BJ

pitanga disse...

Olá, sou a Pitanga. Falo aqui do Rio. Peguei uma "boleia" e descobri seu blog.
Banderas é lindo indo e vindo.
Desculpe entrar sem convite. Posso voltar?
pitangadoce.blogspot.com

o alquimista disse...

Exuberante, um festival cromático e uma raro sentido estético, Volto se não te importares.

Um beijinho " O ALQUIMISTA"

hfm disse...

Tenho de ir ver.

Girassol disse...

Dafne, dizes bem: estúdios claustrofóbicos....!!! Essa magia do cinema ainda é mais reduzida nos vídeos e dvd's!

Pitanga, pois claro que és bem vinda, carioca!!!! O blog é aberto para ter leitores e conviver...!!
Aparece sempre!

Alquimista, agradeço a apreciação deixada aqui, tem imenso valor para mim! As emoções embrulhadas em vivas cores,formas desenhadas por pintores e escultores e a palavra sentada no trono de rainha, pela mão de poetas conhecidos ou menos conhecidos, mas igualmente talentosos.
Volta sempre!

Helena, estou a adorar viajar contigo pela parte da Bretanha que desconheço...

Beijinhos

Teresa Durães disse...

já cá tinha vindo hoje.
o nevoeiro é uma nuvem que se instala na minha mente, mais conhecida por depressão. Mas é uma diferente das unipolares. É bipolar. Vai e vem. Agora já tomei os comprimidos, melhorou um pouco. Mas não o suficiente para escrever muito. Uns três/cinco dias e passa.

Era uma vez um Girassol disse...

Que chatice!
Então já aprendeste a viver com essa neblina, trata-la por tu e dás-lhe o tratamento adequado...!!!!! És uma mulher corajosa e sábia, que pega o toiro de frente! Parabéns pela tua força.
Mas já sabes...
Beijinho

Um outro olhar disse...

interessante, vou tomar atenção para quando vir o filme por estes lados (se cá chegar)

quanto às salas grandes, gostava mas faltava-lhes algo ...aconchego, calor, conforto
prefiro as mais pequenas, mas sem pipocas de preferência que destesto grrr


:)

Teresa David disse...

tem graça pois tenho andado com vontade de ir ver o filme, sou uma devota da dança, que acho ser o exercício mais belo e relaxante que existe para o corpo e para o olhar, e dp de ver este post com mais vontade fiquei. Vou ver se arranjo um furo na minha vida agora virada para a maratona de teatro em que ando, Festival Internacional de Teatro de Almada, onde todos os dias seja em Almada, Lisboa ou Belém, há espectaculos e alguns imperdiveis.
Beijos
Teresa David