01 maio, 2006

Coloane e os Pastéis de Nata!

Como não tenho muito tempo para escrever e a máquina fotográfica deu o berro, resolvi contar, para aqueles que ainda não sabem, uma curiosidade desta ilha.Os chineses são muito gulosos e por toda a Macau existem imensas padarias e pastelarias que vendem bolos com cremes e sem eles...Mas os bolos mais apreciados são os herdeiros dos nossos pastéis de nata que se vendem em cada esquina, quase...!!!!

Mas quem quiser comer os melhores pastéis de nata tem de vir a Coloane, à Lord Stow’s Bakery , na vila ...

Quentinhos e bons, sempre a sair do forno. Uma tentação!!!!

Quanto à sua história, conta-se que a mulher de Andrew Stow abriu a pastelaria em 1989 e quando se divorciou deste vendeu a receita dos pastéis a uma cadeia de fast food...
Contudo estes continuam a ser os pastéis de nata mais saborosos de Macau!
Vai uma nata??????

Beijinhos

8 comentários:

Isabel-F. disse...

...é bom saber que não fomos completamente apagados do Mapa...

Beijinhos

Luisa disse...

Que engraçado!Pasteis de nata em Macau! Os portugueses sempre deixaram lá qualquer coisa...

Mocho Falante disse...

o que eu gosto de pasteis de nata!!!! E os de Belém? São uma tentação

beijocas

Jardineira aprendiz disse...

Os nossos pasteis de nata num fast-food é que não é uma ideia muito interessante! ESperemos que eles não tenham aproveitado!

TMara disse...

hummmmmm, desconfio onde foram parar.
bjocas

aprendiz de viajante disse...

... tens sempre graça a contar as coisas.

Anónimo disse...

Vivi em Macau desde 1959 a 2003.Fui dos primeiros a saborear os pastéis de nata confeccionados em Coloane.A receita é exclusiva de um Austriaco que casou com uma senhora chinesa que trabalha num dos casinos de Stanley Hó.Os pastéis de Macau são mais apetitosos do que os de Belém, porquanto a receita é diferente.Em Macau existe também o Café's Nata que é pertença da ex-companheira do austríaco no qual são vendidos os famosos pastéis para além de fast-food. Portanto os pastéis que são consumidos em Macau não têm nada a ver com os de Belém. A receita não é nossa.

ana cunha disse...

De 1959 a 2003 devia estar mais atento...O andrew é (era, faleceu há pouco mais de dois anos) britânico e a margareth nem sabe fritar um ovo! Voe acredita em tudo o que ouve em Macau ou Hong Kong? Então está tramado. O andrew aprendeu no hotel Hyatt da Taipa(onde era chefe de segurança apesar de ter uma licenciatura britânica em farmácia)a fazer pasteis com o chefe afonso. Foi tentando e conseguiu chegar a um gostoso pastiche dos pasteis de nata que começou a exportar para todo o sudeste asiatico. Os nata não são bisnetos, quanto mais primos, dos maravilhosos pasteis de belém (ou os normais e quaisquer lisboetas natas.... Mas enfim para quemlá vive e trabalha são bons...Como viveu lá durante mais de 40 anos esqueceu, e não estou a ser má ou sarcástica, muito pelo contrário, o que são pasteis de nata ou de belém. Fique bem.