29 maio, 2006

Ecos de Macau VII


Manekineko
Em muitas lojas de comércio, montras, balcões de bares e em outros estabelecimentos comerciais, encontram-se bonecos semelhantes a este com a finalidade de atrair clientes.
Trata-se de um gato, de nome Manekineko, geralmente dourado, com a pata esquerda no ar, acenando, para trazer riqueza ao estabelecimento. Se fôr a pata direita, será para atrair a pessoa amada!

Se fôr preto atrai saúde, se fôr manchado dá boas-vindas aos clientes e traz um desejo para sucesso empresarial e felicidade pessoal.



Existem no Japão três lendas acerca deste gato, mas apenas aqui relatarei a mais conhecida.

Lenda do templo "Goutokuji"

No início do período Edo (século XVII), havia um templo em Setagaya, Tokyo. O sacerdote do templo tinha um gato, chamado Tama. A situação financeira do templo era bastante ruim, e os monges estavam passando fome. Mesmo assim, Tama sempre tinha o que comer, pois seu dono sempre tentava arranjar um meio de alimentar o gato.
Um dia, Naotaka Ii que era senhor do distrito de Hikone (próximo a Kyoto) estava caçando próximo ao templo quanto iniciou uma chuva forte. Para evitar a chuva, ele correu para debaixo de uma árvore que ficava na frente do templo. Ao olhar para a entrada do templo, Naotaka viu um gato sentado em suas patas traseiras e com uma pata dianteira levantada (como nas estátuas). Ele ficou fascinado com a proeza daquele animal, e resolveu olhá-lo de perto. Assim que saiu debaixo da árvore, esta foi atingida por um raio. Ao perceber que o gato tinha salvo sua vida, Naotaka resolveu entrar no templo para rezar. Ao ver a condição lamentável dos monges, o Samurai deu todo o dinheiro que ele carregava em sua bolsa para os monges (era por sinal uma soma considerável).
Após esse episódio, Naotaka ficou amigo do monge daquele templo. Esse local tornou-se então o templo da família de Naotaka Ii e se tornou bastante próspero. Tudo isso graças ao gato. Para homenagear o gesto de Tama, foi feito uma estátua que se tornou um amuleto de sorte.
(imagens tiradas da net)

20 comentários:

Jardineira aprendiz disse...

Hum, tenho que arranjar alguns destes!
Bjinho!

Helder Ribau disse...

é optimo passear nestes textos

Isa Calixto disse...

Olá Girassol!

Hoje foi a vez dos gatinhos...eu não tenho nenhum Manekineko, mas tenho um felino que normalmente anda sempre com as quatro patas no ar...o meu filhote mais parece voar...e para gato, acho que não lhe falta nada...meiguinho, mas se preciso for, com as unhas de fora :)

As lendas, são sempre formas lindas de encantar.
Boa semana.

Isa Calixto disse...

E um beijinho, pois então!!!

jorgesteves disse...

Bonita história! Especialmente para quem, como eu, tenha particular apetência por esses... manekinekos!
amizade,
jorgesteves

Lmatta disse...

Linda a tua historia
gostei muito pois tenho 4 gatitos
beijocas

aprendiz de viajante disse...

Minha querida amiga... isto de estar centrada no meu blog e comentar pouco os outros é uma forma de gerir o meu tempo. Visito os meus amigos mas fica complicado estar a comentar todos!!! Sempre que posso deixo aqui as minhas palavras já que te considero uma grande AMIGA neste mundo virtual. Tu és mesmo muito especial para mim, vai-se lá entender porquê!!!

Um bjinho e continua a espalhar Macau pelo mundo fora, vale a pena...

canela_e_jasmim disse...

Grande adepta que sou do Feng Shui, fiquei muito feliz com este teu post, amiga. Maravilha!
Toda a Boa fortuna do Mundo para ti!
beijinhos grandes

Girassol disse...

Jardineira, também quis trazer um...Depois pensei: afinal de que me queixo????? E desisti....!

Helder, passa sempre "vizinho"!!

Isa, com um "gatinho" desses és uma felizarda, tens tudo!!!!!Uma alegria, não é?

Jorge Esteves, engraçada esta superstição originada no Japão e espalhada pela China....O que é certo é que os bichanos estão por todo o lado!

Lmatta, quatro gatos já são uma multidão! Gabo-te a paciência...Tenho duas e....têm ciúmes uma da outra!!!!

Querida Wicca, estou a gostar imenso de ler as lendas e histórias que tens colocado no teu blog, ilustrado pelas tuas fotos!
Claro que o tempo não dá para tudo...Há coisas que não têm explicação...Apenas se sentem e têm um valor enorme!

Beijinhos para todos

Girassol disse...

Canela e jasmim, o Oriente é místico e envolvente...Cada um acredita no que lhe aprouver, sem medo de críticas ou do ridículo.
Tudo natural, como a água e o vento!
Bjinho

Um outro olhar disse...

não conhecia!!

gostei de conhecer


:)

paper life disse...

Estou mt cansada e cheia de calor.

Passei só para desejar boa semana e deixar-te beijinhos.

:)

Jardineira aprendiz disse...

Boa perspectiva Girassol! Nós temos a mania de ser queixinhas não é?!
:)

Bjinho

boleia disse...

ora, quem diria que os gatinhos tinham tanta influencia!?

Betty Branco Martins disse...

Olá Girassol

Estou de volta! Pelo menos até Julho.

Obrigada pela visita, na minha ausência

Adorei esta "Lenda do templo Goutokuji"

Beijinhos

Sílvia Dias disse...

espetacular este canto...

Cristina disse...

um beijinho

Isabel-F. disse...

Não conhecia esta lenda..
gostei de ler...

beijinhos para ti

greentea disse...

não tenho essa colecção de gatos, só tenho cão ...
mas achei linda a história e os teus comments sobre o Oriente - é outra filosofia de vida com ou sem feng-shui, apesar da mensagem da canela-e-jasmim

PiresF disse...

Quem não gosta de uma boa lenda, Sra. embaixadora.
E naturalmente, as lendas são por norma bonitas como esta.
Obrigada por mais este momento.
Um abraço.