11 maio, 2006

Macau, Património Cultural Mundial da UNESCO

Igreja de SãoPaulo

Desde o dia 15 de Julho de 2005, o Centro Histórico de Macau foi inscrito na prestigiada Lista do Património Mundial da UNESCO por unanimidade.


Largo do Lilau: quem bebe do Lilau, nunca mais deixa Macau...

“O Centro Histórico de Macau” é o produto único de mais de 400 anos de intercâmbio cultural entre o mundo ocidental e a civilização chinesa.Este património arquitectónico, predominantemente de raiz europeia, ergue-se por entre construções de arquitectura tradicional chinesa no povoado histórico, evidenciando um notório contraste. “O Centro Histórico de Macau” constitui o conjunto arquitectónico de raiz europeia mais antigo, mais completo e mais bem consolidado que ainda se mantém intacto em solo chinês.
--------------------------------------------------------------
“O Centro Histórico de Macau” constitui uma representação ainda existente do povoado histórico que marcou os primórdios da cidade, envolvendo legados arquitectónicos entrelaçados no tecido urbano original da mesma, que inclui ruas e praças, tais como o Largo da Barra, o Largo do Lilau, o Largo de Santo Agostinho, o Largo do Senado, o Largo da Sé, o Largo de S. Domingos, o Largo da Companhia de Jesus e o Largo de Camões. Estas praças principais e ambientes urbanos estabelecem a ligação entre uma sucessão de mais de vinte monumentos, que incluem o Templo de A-Má, o Quartel dos Mouros, a Casa do Mandarim, a Igreja de S. Lourenço, a Igreja e Seminário de S. José, o Teatro D. Pedro V, a Biblioteca Sir Robert Ho Tung, a Igreja de Santo Agostinho, o Edifício do Leal Senado, o Templo de Sam Kai Vui Kun, a Santa Casa da Misericórdia, a Igreja da Sé, a Casa de Lou Kau, a Igreja de S. Domingos, as Ruínas de S. Paulo, o Templo de Na Tcha, a Secção das Antigas Muralhas de Defesa, a Fortaleza do Monte, a Igreja de Santo António, a Casa Garden, o Cemitério Protestante e a Fortaleza da Guia (incluindo a Capela e Farol da Guia), sendo conhecidos no seu conjunto como “O Centro Histórico de Macau”.
-----------------------------------------------------
Está tudo aqui: http://www.macauheritage.net/mherit/indexP.asp

Não estão incluídas estas....

Palácio do antigo governador


Casas da Taipa

Devemos sentir-nos orgulhosos, sim, da obra que deixámos aqui. Embora o português pouco se fale, sendo o inglês e o cantonês as línguas mais usadas, todos os monumentos que enriquecem a cidade de Macau são altamente apreciados pelos milhares de turistas, principalmente chineses, que visitam esta cidade e que a fotografam sem cessar...
É uma cidade muito bonita, com uma mística própria, onde em cada rua e esquina se observam costumes diferentes que enriquecem o nosso saber.
Nunca é demais observar e aprender!

Beijinhos

7 comentários:

alfazema disse...

Querida Amiga
Informações preciosas acompanhadas de imagens que deslumbram. Concordo contigo quando afirmas que nos devemos orgulhar da obra que deixámos por esses continentes fora. A História comprova-o.
Deixei-te um desafio no meu blog.
Beijinhos muitos

Anónimo disse...

A visita guiada a Macau está excepcional!!
Não sei como ainda consegues um bocadinho para nos transmitires tanto saber!!! A Inês ajuda...!?

Beijinhos a todos, Elsa

Isabel-F. disse...

...e obrigada por permitires que continue a passear contigo...

adorei esta série de fotos ...

beijinhos

PiresF disse...

Se continuares por muito mais tempo a divulgar estes belos lugares, ainda me mudo para aí. Sei agora, como a imagem que tinha de Macau era tão pobre.

Excelente a tua legenda mais lá para baixo, sobre as velhas árvores.

PS: Mas afinal... foste para ficar ou quê?...

paper life disse...

Bonita a Igreja de S.Paulo.

Imponente como convinha.

:)

Bjinhos

Girassol disse...

Queridos amigos!
Mais uma vez vos digo que tenho pena de não poder responder individualmente aos vossos comentários...Obrigada por me acompanharem nesta viagem, tive prazer na vossa companhia!
Bjinhos

Piripiri disse...

Obrigado! por me fazeres recordar...

Fizeste acordar tantas imagens que tenho algures guardadas...as casas o cheiro os jardins as gaiolas ..os templos..a comida..