08 maio, 2006

De Macau a Cantão...



Disseram-me os meus amigos, que nos levaram a Cantão, que esta viagem nos anos 80 levava 12 horas a fazer...Não havia pontes nos diversos braços do Rio das Pérolas, que banha Cantão e vai desaguar a Macau. Era preciso atravessar em vários batelões, imaginem!
Hoje, esta viagem é muito cómoda, faz-se sempre em auto-estrada, em duas horas, ar condicionado ( até se tem frio...), a paisagem é linda e diversa. Estava a chover...


Atravessam-se campos vastíssimos com bananeiras, hortícolas, arroz, viveiros de árvores e arbustos ornamentais.
O único problema está na fronteira: muitíssimo demorado o chamado visto rápido, e depois as filas para estrangeiros, com voltas e voltas aos passaportes...Pelo menos hora e meia a duas horas, a travessia de Macau para Zhuhai, com o tal visto para Cantão.
Cantão é uma cidade enorme, não muito diferente de uma cidade qualquer, com 8 milhões de habitantes...
A parte da cidade que nos prende mais é a Ilha de Shamin, com residências e empresas de estrangeiros, principalmente ingleses, onde os chineses não tinham permissão para entrar... Ainda hoje estas casas conferem uma arquictetura única, embora muito degradada e a maior parte das vezes mutilada com anúncios pirosos em néon...
As fotos que se seguem mostram-no...

Muitas das casas têm placas indicando a sua história...

Canforeira

Cópia da Capela de Lourdes

Só fiquei de um dia para o outro, mas gostava de lá voltar e fazer um cruzeiro pelo rio. Terá de ficar para a próxima...
Aqui está um dos Barcos do Amor para fazer esse passeio, vista do White Swain Hotel, o melhor hotel da ilha...Fomos apenas lá tomar café e a uma loja de antiguidades.

Vejam este interior do hotel tão kitsh...Cada dormida custa quase 100 euros.
Fiquei no Victory Hotel, 4 estrelas, antigo, muito bom, pertencendo aos mesmos.
A piscina deste fica no último andar, mas nem tive tempo de espreitar!
No dia seguinte, passeámos no jardim, junto ao hotel e vejam a que assistimos:
Professores ensinando danças de salão, pares dançando descontraidamente, valsas, paso dobles, cha-cha-cha, grupo cantando com um maestro já de idade, outros fazendo Tai-Chi com espada ou sem ela, outros ainda jogando com a pena de badmington, apenas com os pés, durante horas...
Estão a ver como eles se divertem sem gastar dinheiro, sem recorrer a psiquiatras, com imensa descontracção...Impossível de encontrar nos europeus, sempre com o fantasma do ridículo na tola...









As canas ao longo do rio sozinhas.... e os pescadores algures a descansar....Isto é que é pesca!!!!


As velhas árvores são escoradas para não cair...Respeito pela velhice, até das árvores!



Estátuetas de bronze, em tamanho natural, mostrando figuras cruzando Oriente e Ocidente
ENORME mercado grossista...o fim...!!!!!! Um labirinto, onde o calor aperta e os olhos se regalam com artigos de todos os géneros....
Bairro residencial nos arredores de Cantão, dum e doutro lado auto-estrada

Marginal de Zhuhai, no regresso, a chover... Tem km e km de extensão, com tudo ajardinado, bairros de moradias espectaculares, centros comerciais, universidade, tudo novo... Em grande desenvolvimento, já que as casas estão caríssimas em Macau.
E assim terminou o passeio, tenho ainda que vos contar mais um milagre...que me poupou um data de massa...
Quando cheguei ao hotel a Cantão, vi que tinha perdido os óculos ( lentes progressivas...No dia seguinte, a minha amiga informou-se junto das camionetas se tinham aparecido alguns óculos...Telefonema das moças hospedeiras para a central, enfim já ninguém esperava nada...
Quando íamos apanhar a camioneta de regresso, uma das moças fêz sinal à minha amiga, muito excitada...Tinha os óculos com ela e deu-mos!!!!!
Abracei-a e beijei-a de contente....Ficou surpresa, as outras riam!
Não sei fazer o responso ao Santo António, o Santo das coisas perdidas...
Mas de manhã, enquanto a minha amiga se esforçava por explicar a situação, eu pedia ao santo,como costumo fazer:
- Ó meu Santo António, tem pena de mim!Vê lá se me encontras os óculos que me fazem tanta falta e custam uma pipa de massa..Não me lixes..
Beijinhos

19 comentários:

amigona disse...

Gostei de viajar...

Boa semana...

paper life disse...

Isto é de fazer inveja a quem qq dia vai ter de trabalhar até aos 80 lolol

O girassol do topo é um achado.

Que colecção!

Bjs. :)

Rui Martins disse...

espectáculo... que viagem memorável!... parabéns e espero que tenha muito rolo fotográfico...

não sabia que havia uma "fronteira" entre Macau e a China... Não deixa de ser irónico...

greentea disse...

E O SANTO LÁ TEVE PENA DE TI E MESMO EM MACAU OUVIU-TE....

Que lindas as tuas reportagens, vale a pena até nem ir à China só para ficar a ler-te...
Beijinhos

Isa Calixto disse...

Adorei esta visita... uma vigem de fazer inveja (no bom sentido, diga-se)as fotos são lindas e que milagre o de Sto.António...

Beijinhos e obrigada pelas palavras no meu cantinho.

Arabeca disse...

Sempre igual a ti...ainda estou a passear ...de sorriso na cara...
Bela reportagem.
Beijinhos para todos vós.
Tina

Luisa disse...

Esplêndida reportagem dum passeio de sonho. Quando voltas?

Menina_marota disse...

Espectacular!!! Para a próxima v~e se me convidas para te carregar as malas... não me importava nada!! eheheh

Grata pela partilha de uma viagem memorável.

Abraço carinhoso ;)

Licínia Quitério disse...

Que belas cartas de uma Amiga em viagem. Obrigada.
Beijos.
Licínia

aprendiz de viajante disse...

Ufa... grande viagem para te acompanhar!

Ainda publicas um livro com estas memórias de viagem! Aqui ficam registadas coisas engraçadíssimas, belo trabalho girassol.

Continua...
Um bjinho

Teresa David disse...

se a inveja fizesse parte do meu rol de defeitos, estaria a roer-me toda depois de estar a acompanhar esta viagem que me parece de sonho! Mas por enquanto limito-me a andar fora cá dentro, depois do Porto rumarei no final da semana a trás-os-montes. É o que se pode arranjar! Mas também é bom passear por cá como prémio de consolação.
Um abraço
Teresa David

boleia disse...

ai ai girassol, estas tuas viagens estão a abrir-me o apetite para o Oriente ( e olha que é muito novidade para mim!!)
Espero que o S.Toninho te dê uma ajuda!

cuco disse...

Prefiro calar a "revolta" da minha "inveja"... e saborear esta "viagem" no sossego dos deuses...
Consegui!!!

Jardineira aprendiz disse...

Obrigada por partilhar um pouquinho desta viagem! Gostei de ver o Tai chi dos chineses. Sabia que há, ou pelo menos havia, Tai chi no parque em Aveiro aos Sábados de manhã? Felizmente os ventos por aqui também já vão mudando embora muito devagarinho.
Continuação de boas férias!

canela_e_jasmim disse...

Lindo como sempre! Que maravilha conhecer esse país através do teu olhar e das tuas palavras.
Para quando tiveres temo, fiz-te um desafio no meu blog.
Beijinhos

Mocho Falante disse...

foi bom fazer esta viagem pelo oriente.Obrigado pela boleia

beijocas

BlueShell disse...

Estou com inveja....
Um abraço tipo BueShell
E um beijo AZUL
º0º0º00ºº0º0º0º0º0º0º0º0º0º
bdbdbdbdbddbbdbdbdb
º0º0º0ºº0º0º0º0º00ºº0º0º0º0

A.J.Faria disse...

Olá, Girassol!
Foi bom "viajar" contigo este bocadinho!
Linda reportagem reforçada por boas fotos.
Bjs,

Um outro olhar disse...

tenho gostado de "vijar" um pouco e de conhecer um pouco de outros locais e gentes mais distantes

:)