19 agosto, 2007

Férias II

Pequeno almoço tomado, seguiu-se a fila para comprar oos bilhetes de barco para as Ilhas Cies. Por ser dia de semana, não era muito comprida....
Os bilhetes só podem ser comprados 1 hora antes do embarque, já que o mau tempo pode cancelar a mesma!
Dez horas menos um quarto. Mais uma fila comprida para entrar no barco...
Decepção!!! Esperava fazer a viagem neste enorme catamaran...

...e acabei numa barcaça velha!!!!!

Cerca de 1 hora durou a travessia, navegando pela Ria de Vigo.
Pendurada na amurada lateral, focinho ao vento, fui tirando fotos.

Para o Mixtu, este pescador solitário na faina...
Hein, pescador??? De certeza ali tiravas peixinho do bom!!!!


Isto não presta...São tainhas!

Ao longe, na bruma, as ilhas.

E eis-nos chegados ao nosso destino.


Para o Mocho Falante, Teresa David e Caracolinha ofereço estas primeiras imagens da Praia de Rodas...
Mas olhem só, não tentem mergulhar!!!!
Ficavam congelados!!!!!!

E alguém gosta de acampar??? Se calhar, só eu!
Olhem para o fundo e vejam o complexo de restaurante, bar, self-service e parque de campismo, este o único alojamento existente na ilha.
Hummmmm....
Ainda hei-de experimentar!



Vários percursos a pé, para ver fauna e flora características.
Maria de O Cheiro da Ilha e O Poetaeusou, lembrei-me de vós, do vosso amor pelo mar e gaivotas....


Para o Tinta permanente, o tal farol, ao qual não cheguei!!!!! Mas fotografei.


Para as minhas amigas Elsa do Aprendiz de Viajante e Jardineira Aprendiz do Cores da Terra, alguns exemplares mimosos da flora existente...


Para ti, Ana Paula, do Paul dos Patudos, vai o perfume desta madressilva para te inundar de bem-estar, força e saúde.


Depois foi o adeus, a um dia bem passado. Calcorreando alguns percursos, repousando à sombra de pinheiros e eucaliptos.
Viagem de regresso na mesma barcaça...
Pô, não acertei mesmo no barco!!!!!

12 comentários:

Maria disse...

Que beleza de passeio, mesmo na barcaça....
Muito obrigada pelo presente que me dás, acertaste em cheio......
Dou-te os parabéns por todas as fotos, que estão lindas, e por te teres lembrado de nós, amigos do virtual, e tão bem sabe...

Beijinhos

O Profeta disse...

Hoje tinha decidido pintar-te
Com matizes de profunda ternura
Perdi na memória a cor do teu sentir
A tua voz de água cristalina e pura

Hoje a lembrança é lança de fogo frio
É punhal afiado em tua mão
A incerteza tolda a razão ao amor
Perdido bem no fundo do coração


Boa semana
beijinho

Ana Patudos disse...

Querida amiga
podes não acreditar, eu senti o cheiro da madresilva, já a fotografei algumas vezes e conheço o seu cheiro á distância, tão agradável. Obrigado por lembrares.
Grande beijinho e boa semana
Ana Paula

C Valente disse...

Boa narração belas fotos
boas férias
saudações amigas

Aprendiz de Viajante disse...

Minha querida

Obrigada por te lembrares de mim. Tenho estado muito ausênte da blogosfera. Estou de férias numa zona da iilha chamada Nordeste, acho que já te disse:))) Lá não tenho net, quando venho aqui a Ponta Delgada, muito a correr, arranjo um tempinho e deixo um post com alguns dos passeios que faço naquela zona.

A parcela do teu passeio que me foi cedida foi muito bem pensada... tem tudo a ver comigo. Obrigada uma vez mais.

Um bjinho

Belzebu disse...

Era tudo tão bonito e atraente que não te lembraste de mim! É o peso de ser mau-feitio e infernal!

ehehh!!! Um abraço infernal e parabéns pela escolha do destino!

Teresa David disse...

Obrigada pela praia lindo que me ofereces, mas gelada! Ainda nem me recompus do embate de ter estado em Itália com água no adriático a 27º e ter agora praias frias quanto mais geladas! Mas para ver virtualmente é linda e agradeço mais uma vez a oferta carinhosa.
Bjs
TD

TINTA PERMANENTE disse...

Não sei de fôlego que chegue para escrever coisa de valor que sirva de agradecimento; é que ainda vou a meio da subida e não tarda que o farol me fuja para a banda de outro lado!...
Abraços!

poetaeusou . . . disse...

*
grato flôr môr
,
E aquele Hino á Alegria !
Em bailados esvoaçantes
Emitindo gritos sonantes
em alegres pililipares
Estamos anunciar vida,
Com esta sardinha querida,
Em acrobacias voando.
Gaivota do Alexandre O’Neill !
“Se uma gaivota viesse
Trazer - me o Céu de Lisboa”
de Vitorino Nemésio,
As Gaivotas, adulando as Sereias.
as minhas gaivotas, da meninice, permitindo que as tocasse que as sentisse,
*
xi
*

sonhadora disse...

Na hora dos sonhos venho deixar-te beijinhos embrulhados em abraços

Jardineira aprendiz disse...

Obrigada! Um cheirinho de passeio, que bom!

Bjinho

mixtu disse...

yayaya
mas eu não sou pescador, sou pastor...
yayaya
mas como peixe...
yayaya
um grande beijinho desde o chile como falo no meu blog