30 junho, 2006

Chagall, o pintor dos sonhos e do amor…

Marc Chagall
Disse:

"Na nossa vida há uma única cor, como na paleta de um artista que provê o significado de vida e arte. É a cor de amor." - Marc Chagall

Entre as várias reproduções que levei para Angola, estava esta.

O Ramo - Marc Chagall

Nunca a emoldurei, nem coloquei na parede, respeitando a vontade do meu companheiro de caminhada, que na altura era caçador e não pescador, e não gostava de Chagall. Era capaz de ter razão…em alguns casos! Há quem não ache grande piada aos surrealistas…

Hoje quis homenageá-lo por ter sido um artista que sempre admirei.

Por ser o pintor dos sonhos e do amor.

Joy – Marc Chagall

Pintava os seus sonhos de uma forma única, fantástica.

Promenade – Marc Chagall

É preciso que alguém tenha os pés assentes na terra…
E não sou eu, de certeza!


Biografia resumida


Pintor, gravador e vitralista bielorusso, Marc Chagall nasceu em Vitebsk em 7 de julho de 1887.
Iniciou-se em pintura no atelier de um retratista local. Em 1908 estudou na Academia de Arte de São Petersburgo e, de volta à cidade natal, conheceu Bella, de quem pintou um retrato em 1909 (Kunstmuseum, Basiléia).
Retornou a São Petersburgo e de lá seguiu para Paris em 1910, ligando-se a Blaise Cendrars, Max Jacob e Apollinaire e aos pintores Delaunay, Modigliani e La Fresnay. Marc Chagall trabalhou intensamente para integrar seu mundo de fantasias na linguagem moderna, derivada do fauvismo e do cubismo.

16 comentários:

aprendiz de viajante disse...

ADOREI este post!

Parabéns girassol!

madalena pestana disse...

Lindo o ramo.

:)

Bj

Bazuca disse...

eu tambem acho que não...mas por não seres terrena, és tão completa e tão divertida. Parabéns e mantem as tuas imensas felicidades!

Luisa disse...

Eu sou uma grande admiradora de Chagall. Ninguém como ele soube pintar os sonhos dum modo tão rico!
Se fosse para longe, também levaria comigo um quadro dele.

Era uma vez um Girassol disse...

Wicca
Mortal
Bazuca
Gosto de vos ter aqui...
Companhia querida, sabe bem!
Bjinhos

Era uma vez um Girassol disse...

Que bom, Luisa, gostares de Chagall! Farei novo post sobre ele, com os quadros que mais gosto.
Bjinho

aprendiz de viajante disse...

Bom dia!

Acordei a pensar neste post e numa frase que tinha guardada. Vou deixá-la aqui para saboreares:

"Para voar, o homem tem que ter os pés assentes na terra, na água, nos troncos, no chão e procurar nas origens as asas que o elevam"

Lique in Noites de Poesia em Vermoim

Bom fds!

Poesia Portuguesa disse...

Ah minha querida... como neste momento, precisei e foi uma benção para mim, este post!

"...a cor de amor." é o que falta em muito corações. Ver a pureza dos sentimentos em toda a sua essência e não soemnte a fisica. Há tanta forma de dar amor, de dar a mão...
Tanta falta nos faz, neste conturbado Mundo.

Conseguirmos ver para lá do horizonte, de uma palavra ou de uma tela..

Conseguirmos ver o amor, a bondade, a esperança que existe em todos nós, no nosso coração... e, o carinho com que te vejo a partilhar este momentos.
Obrigada.

Um abraço repleto de sentimento ;)

Menina_marota disse...

A "Poesia" disse tudo o que gostaria de ter dito... estou verdadeiramente com as palavras dela, neste preciso momento.
Adorei estar aqui... especialmente hoje!

Abraço carinhoso ;)

aprendiz de viajante disse...

Girassol

É a terceira vez que cá venho... Desculpa ser tão chata!!! MELGA...

Queria-te pedir um favor! Gostava de colocar uma imagem no cabeçalho do meu blog, como costumas pôr os teus girassóis, mas não sei como fazê-lo. Será que me podias dar uma dica?!...

Um bjinho.

Girassol disse...

Querida Wicca, fico tão contente de vires conversar comigo...Que é isso de melga???? Palavra desconhecida para mim....
Quem me ensinou a colocar uma foto no header e música foi a Paperlife...
Enviei-te um email, espero que tenhas recebido!
Jokas

segurademim disse...

... e a cor do amor é universal, não é?

eu pinto-o de azul celeste

bom fim-de-semana

aprendiz de viajante disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Teresa Durães disse...

Eu gosto muito de Chagall e pintores surrealistas. Nada como a fantasia e a imaginação para nos fazer sonhar.

(identifico-me mais com pintores do sec. XX para a frente do que os antigos, confesso)

Aliás, não fossem esses, para mim a pintura não passava de fotografia de posse (lololol)

Que horror, Teresa Durães, como podes dizer isso??

Mas é como certos escritores da corrente realista mais como Zola:

Sim, a mãe é prostituta, o pai bêbado, a criança trabalha e leva "porrada", a vida é má (o que devo fazer, autoflagelar-me? já que não mudo o mundo?

Não! Viva o surrealismo!

O Existencialismo também é um pouco... mas vá... caminhando e andando, havemos de chegar a algum lado (onde?). Logo se verá.

Teresa David disse...

Tb eu gosto de Chagall, tanto que já o usei em posts meus para ilustrar alguns poemas. Tb não é de admirar, cresci entre os surrealistas, fui mulher e tenho um filho dum! Mas apesar disso poderia não apreciar. Vou fazer uma exposição dos meus quadros mais antigos no Porto a partir de 23 de Julho no Clube Literário,que será a m/25a exposição, mas a 1ª no Porto, pois sou de Lisboa, e falo nisto pois houve algumas pessoas que dizeram em tempos que os meus quadros mais oníricos faziam lembrar os dele. Com isto tudo nada mais me resta dizer senão que envio um abraço amigo
Teresa David

fragmentosdeumamulheraos45 aninhos de idade disse...

Achei seu blog uma beleza.Principalmente por encontrar uma irmãzinha.
Assina: girassolzinha