18 abril, 2007

Pausa...

Vincent Van Gogh

A passagem do Cabo das Tormentas...
Terrível...difícil...com vários Adamastores, amedrontando, brandindo o cutelo...
Para a Vida e para a Morte.

Dei por mim a pensar que passei tempos felizes, despreocupados, não muitos, que me fizeram tão bem.
Os últimos 10 anos? Talvez, descontando o afastamento das filhas e neta, claro.
Antes eram as dificuldades do dia-a-dia, os estudos das filhas, equilibrar o barco, orientando-o no bom caminho.
Depois foi a descompressão, o amor revivido, os voos além fronteiras, o conhecimento alargado, o convívio saboroso com amigos, o trabalho em velocidade de cruzeiro.
Até 2006!

Que ano terrível, penso agora...
O Adamastor do Desemprego, diariamente empregado...
O Adamastor dos Disponíveis, o do desemprego encapotado...
O Adamastor da Morte Prematura, brandindo o seu machado sobre pescoços indefesos...
O Adamastor da Intriga, ameaçando amizades sólidas...
O Adamastor da Mentira, enganando sempre...
O Adamastor Simplesmente, o pior de todos...

E 2007...

Quantos mais Adamastores nascerão de forma espontânea para nos intimidar, calar a nossa boca, vomitando hipocrisia , chorrilho de mentiras, feitos Doces Coelhinhos da Páscoa?

Está a custar voltar a ser quem era...
Um girassol amarelinho, alegre, com tantas histórias divertidas para contar, tanta força para dar...
Este espaço está a ficar tristinho e eu não quero que seja assim.
Acho que vou fazer uma pausa.
Voltarei quando sentir que consegui ultrapassar alguns obstáculos, alguma falta de força interior, alguma desilusão.

Até...já!

35 comentários:

Margri disse...

Todos precisamos de fazer pausas, de vez em quando, mas dizer que o espaço está a ficar tristinho, isso não.
Tens passado o teu Cabo das Tormentas com valentia de marinheiro.
Voltaste com energia renovada, e agora falas em tristeza?
Espero que não seja mais que uma baixa de forma passageira.
Neste post fazes um certo balanço de vida, a que eu também faço referência (de modo mais vago) no meu último.
Espero que a tua pausa seja breve e mantenhas o moral em alta.

Beijinhos

Era uma vez um Girassol disse...

Todos os dias surgem surpresas e nem sempre são agradáveis...
- A dor de se ver apagar uma vida lentamente...
- Mais um coice de quem não se espera...
- A falta de orientação, de liderança...

Quando penso que estou a recuperar a forma perdida...perco-a novamente!
Bjinho

Entre linhas... disse...

São apenas ciclos menos bons que todos nós atravessamos na vida,é mais um daqueles obstáculos a ultrapassar,embora o tempo para nós seja mais longo...
Gostei muito do seu blog,muito encantador.
Bjs Zita

hfm disse...

Até já... mas com esperança de que ele seja logo, loguinho.

Um beijo e força.

marsofig disse...

Ahahahah! Já agora! É que nem penses! Não há cá folgas... Favor de postar. E mai'nada!

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Há fases na vida que são de facto terriveis e deixam em nós traumas e marcas. Fases que nos desmoralizam, nos sugam as forças. Entendo-te tão bem! Mas temos que acreditar que tudo pasa e que melhores dias virão.
De uma coisa podes estar certa:são essas fases más que nos fazem crescer e melhorar enquanto pessoas.
Por favor, querida Girassol não desanimes. Serás sempre um girassol amarelinho, sorridente e radioso porque és uma mulher doce, e de alguma forma serás compensada por isso.
Para já, recebe um abraço enorme de conforto e um beijinho

pitanga disse...

Trago aqui um regador com água fresquinha para regar o Girassol. Quando levantar novamente, vira-te ao sol.

beijos e compreensão

Belzebu disse...

Estamos na primavera, a altura ideal para que o Girassol ganhe de novo cor e alegria. Uma pausa pode ser o adubo certo para a flor, só espero que resulte rapidamente!

Saudações infernais!

Teresa David disse...

Que bela texto ilustrado por um dos mais fantásticos quadros de Van Gogh que já tive o privilégio de ver ao vivo mais do que uma vez!
Que o girassol brilhe também com toda a intensidade deste Verão precoce para si, pois pelo meu lado já deu para me bronzear intensamente.
Bjs
TD

bettips disse...

Minha querida: pausa e volta. Rodeia-te de quem te queira bem, vai ao horto (tu sabes qual!) ver os pássaros e as flores, falar um pouco. Digo eu. E o dinheiro é nada, se se perde a "vontade" de brilhar um pouco ao sol. Gira, menina, vem o Maio e mudamos o número, não há tempo para desesperar! Beijinhos e abraços. Até breve...

poetaeusou disse...

/
que força é essa amiga
que desiste á primeira briga
parece que não conheces a vida
manda tudo; ou coisa parecida
são apenas contrariedades
vamos contornar as dificuldades
/
valeu ?
/
beijo
/

Jardineira aprendiz disse...

Então?!
Depois de vencidos os Adamastores fica-se mais forte, e eles ficam apenas cachorros zangados!

Isto é uma forma de falar, cada um sabe da exaustão que lhe causam os seus. Espero que essa pausa seja bem breve e dê para recompôr todas as energias, para que o girassol volte bem brilhante!

Beijinhos!

Jardineira aprendiz disse...

Esqueci-me de dizer, a tribo está por aqui, qualquer dia temos que fazer outro encontro!

Cristina disse...

Melhores dias viram vais ver...
e entretanto um até já para ti
beijinhu
:)

Rodolfo N disse...

Las pausas y las razones son siempre atendibles, peo no te desanimes.
Que ese hermoso girasol vuelva a brillar!!
Beijos y ate breve...

Maria disse...

Amiga

Percebo-te. Como te percebo.
E como não consigo dizer-te mais nada, fica aqui o meu abraço, apertadinho...

aDesenhar disse...

conheço muito bem o Adamastor.

eu tenho descanço forçado.

quanto ao teu, espero que o aproveites bem e volta renovada livre de adamastores.

abraço colega FP

pitanga disse...

VEM RIR UM POUQUINHO!!!

beijos e SOL!

Aprendiz de Viajante disse...

Porque fazes-me pensar muito e és muito especial, deixe-te uma nomeação para ti no meu blog.

Até já!

Um bjinho

Anónimo disse...

Ana e Pescador,

Uma pausa é muitas vezes uma boa escolha para retemperar, mas nunca para abrandar ou desistir seja do que for.Não é mesmo?
Todos temos que olhar os nossos Adamastores de frente, com a força dos teus (Ana ) escritos, com a força que vos conheço.Venham ter conosco.Nós adoramo-vos.Bjs
Chico + Sara

mixtu disse...

amiga, que te decir...
uma boa pausa e bom regresso, sem pressa, só tens que avisar :)

abrazo

Messala disse...

...mas o que é isso, Sunflower?
a descolonização foi em 1974!!
Como disse Shakespeare... " para a frente é que é o caminho"
beijinhos amigos

Teresa Calcao disse...

Querida Girassol,
A vida e mesmo assim.....da-nos de tudo um pouco,mas e obvio que as coisas menos boas sao dificies de superar.....Estou contigo!!!!!!
Beijinho grande

P.S Faz uma visita ao "nosso" mar!!!

non disse...

Minha querida, li o muito bom texto que escreveste. de início invadiu-me uma tristeza por afinidade. Agora só me ocorre dizer-te: os portugueses tem muitos defeitos mas a grande qualidade de dobrar "adamastores"! E tu és Mulher de fibra e vais dobrar o teu.
Para já devolve cor a este blog. Os negros são para mim, mulher de muitas mortes. Tu és um sol, Trata de iluminar(te)!

Um beijo muito Amigo! :)

Luisa disse...

Fazes bem em fazer uma pausa para pores em ordem as tuas ideias mas espero que em 2007, da Primavera para a frente, volte a tranquilidade e felicidade à tua vida. Ficamos à tua espera.

Papoila disse...

Até Girassol!
O Adamastor vai ser vencido!
Beijos

Licínia Quitério disse...

Eu, que gosto de palavras, mando-te uma: RENASCER.

É o que te irá acontecer de novo.

Um abraço apertaaado!

Margarida disse...

Olá Girassol! Minha flor preferida,
muito bem visto, todos temos os nossos cabos da Tormentas para ultrapassar, também vou ultrapassando os meus.
Gostei muito do teu texto, desejo que a tormenta passe rápido, para que possas brilhar de novo como os teus girassóis.
bjs da avó guida

o alquimista disse...

Manhã submersa de palavras
Lava ardente nevoeiro
Uma nuvem que ameaça
Transfomar-se em aguaceiro...


A magia da atlântida dança no sul da ilha, saudade,
Transforma azul hortência
Em diamante de luz, que em meu peito arde


Mágico beijo

Teresa Durães disse...

não te preocupes, Girassol. Esse amanhã ainda não chegou e tu tens muita energia. Mesmo que tenhas de recomeçar, verás, as tuas pétalas brilharão muito mais!

Mocho Falante disse...

olha e nós vamos estar aqui sempre para te dar muitos mimos porque bem mereces e vais ver que depois de uma fase má vem sempre uma EXCELENTE e contigo não vai ser diferente...não vai não

beijocas minha querida

era uma vez um girassol disse...

A minha querida Tribo de Girassóis enche-me de mimos...
Obrigada!!!!
Beijinhos

Teresa David disse...

Eles podem ser gigantes, mas eu que até me chamo David, com a minha fisga tudo farei para os derrubar!
Bjs
TD

Miguel disse...

Vi este quadro ao vivo, foi das coisas mais bonitas que vi na vida!

Pizzicato disse...

Já vi este quadro aqui por terras holandesas! ;) Beijinhos e continuação de boas "postagens".

Zé Duarte