24 dezembro, 2005

Feliz Natal!

Chegou a véspera de Natal...Estou sozinha dentro de casa, só iluminada pelas luzes da árvore de Natal e da lareira. O Fernando está na garagem a carpinteirar, a Marta anda a distribuir os presentes. A família de Macau já dorme a sono alto, depois de uma ceia com todos, apenas para dois e meio!!! A TV passa um filme de Natal, só oiço o ruído...Não me apetece nada, estou muito vazia. É uma sensação estranha numa véspera de Natal. Há quem não suporte o Natal, mas eu até achava uma época fantástica, só faltando a neve, claro!!!! Parece que me vou desligando a pouco e pouco, tudo isto é algo surreal...Será que estou a ficar sem paciência?
Seja como for, agradeço tudo o que recebi este ano: a minha neta, trabalho para a minha filha caçula, saúde, o amor do Fernando, o carinho dos amigos!
Por tudo isto, meu Deus, OBRIGADA!

2 comentários:

Bazuca disse...

Querida girassol, desgustar do Natal é crescer, dói, mas são os caminhos da Vida crescida...a beleza esgotou-se e ficam os restos. Deus já não é menino e nós tambem não.
Mas vem aí um novo Ano, pleno de realizações em projecto, que vão ser efectivadas pela nossa esperança.
Força animica e sorte para ti, flor...

Era uma vez um Girassol disse...

Tens razão, tudo se modifica!
Que posso dizer de amigas assim?
Que afinal o Natal existe, é amor, amizade, amorizade...
Obrigada, Bazuca!