04 dezembro, 2006

To blog or not to blog...


Já muito se escreveu acerca dos blogues e, no entanto, penso que ainda haverá muito por dizer.
No seu papel na sociedade actual como fonte informativa, motivadora e dinamizadora.
Espaço livre para publicar o que nos der na bolha, para divertir, desabafar mágoas e recalcamentos, opinar sobre o que quer que seja, sem peias, nem medos.


Acontece que, com frequência, os bloguistas são objecto de crítica.
Uns criticam por desconhecimento...
Outros por inveja...
Outros ainda porque sim...O velho hábito dos portugueses, dizer mal de tudo e de todos!

E o mais interessante é que este fenómeno acontece até com as pessoas mais chegadas: -
estamos viciados nos blogues, perdemos imenso tempo com eles...
Tratam-nos como atrasadinhos mentais, como extra-terrestres, olham-nos com um certo gozo...

Pois, meus amigos, não tenho de me sentir culpada :
- por gostar de conviver desta forma diferente...
- por me obrigar a escrever e pesquisar variadissimos assuntos...
- por tentar ser criativa...
- por querer aprender e usar algumas das ferramentas das novas tecnlogias da comunicação...
- por utilizar o meu tempo livre da forma que me apetece...
- por querer exprimir o que sinto e contar a minha experiência pessoal, para que outros possam ultrapassar obstáculos e dificuldades semelhantes...
- por ser uma pessoa com a capacidade de amar, mesmo quando se trata de encontro de almas, através da imagem e da palavra.

Não tenho de me culpabilizar por nada disto.
Antes pelo contrário!
Consigo entender o alcance e a importância da Blogosfera, as mensagens veiculadas, o apoio, a companhia, a força, a partilha, em horas menos boas, que todos nós passamos.

Costumo dizer que não vivo do passado, saboreio o presente e sou uma mulher do futuro.
Chega...
Vou continuar a blogar.
Ponto final!


(imagens da net)

24 comentários:

aprendiz de viajante disse...

Óh mulher determinada... assim é que se fala... A TRIBO APLAUDE!

Um bjo e boa semana.

Chanesco disse...

Eu também partilho dessa ideia de partilhar a blogosfera.

Saudações raianas.
boa semana

dulce disse...

... e nós contigo!
Beijos

poetaeusou disse...

É.
O outro Lado...
O Misterioso.
O Desbravar.
Rumo ao Conhecimento.
Do ou de Alguem...
poetaeusou(tribalista???)

Mocho Falante disse...

A P O I A D O

E não é que tenho o mesmo sentimento que tu...deve ser algo comum a esta grande aldeia dos malucos

beijocas

Mocho Falante disse...

Ps: Só mais uma coisinha...foi um privilégio ennnnorme ter-te conhecido aqui

Leticia Gabian disse...

Querida Flor maior!
Disseste tudo e mais um pouco. Não teria conseguido dizer melhor. Já falei uma vez e repito que esse mundo me deu dois grandes presentes, tu e a Pitanga. Depois foram surgindo outros e mais outros e mais outros.....hoje tenho recebido tantos presentes que o coração anda pequeno pra acomodar tanta gente, mas....em coração de mãe,sempre cabe mais um.
Grande beijo pra ti.

Teresa Calcao disse...

Muito bem dito......sou da mesma opiniao....e viva as avos modernas!!!!!!!!!
Beijinhos,

Teresa Durães disse...

hum... tanta justificação... porquê????

beijo

hfm disse...

Eu quero aplauuuuuuuuuuuuuuuuuuudir!

sa.ra disse...

eheheheheheh!

ai gostei tanto deste manifesto!
aplausos! muitos!
e um grande beijinho... porque estava cheia de saudades deste vício, mania, hábito, loucura ou simplesmente partilha!!!!

tem um dia muito feliz!

wicky disse...

e mai nada !!!

tb partilho essa opinião e acho que os blogs serão até uma importante terapia...

para não dizer que os blogs são uma arma ...como na canção do josé mário branco.

beijos para ti

Bazuca disse...

Sunflower...FORÇA! dá neles...
bjokas

jo disse...

Blogaremos contigo, porque partilhamos das tuas ideias. Encontrar-nos-emos sempre no éter!
Beijos etéreos!

Teresa David disse...

Não poderia estar mais de acordo. Direi até que a minha vida mudou em mts sentidos desde que me tornei blogista, e para melhor. Só o privilégio de ter conhecido tanta mulher com quem sinto afinidades tão fortes, alguns encontros de blogs, 3 poemas já publicados, e particularmente o prazer de partilhar o que vou fazendo com quem tem sempre a gentileza de dar uma palavra de estímulo.
Continua até que os dedos gemam!!!!
Bjs
TD

Licínia Quitério disse...

Este é um mundo novo. Sempre os cépticos se comportam assim perante a novidade. Sobretudo se não a conhecem, muitas vezes por receio de não saberem lidar com ela. Sinto-me contente por ter vivido o suficiente para poder experimentar a blogosfera onde me tenho dado muitíssimo bem. Porque havemos de ter medo de atravessar a estrada? Porque havemos de censurar quem não se conforma em não ir até ao lado de lá? É próprio do Homem e dos seus medos do que não domina.
Nós estamos aqui e somos gente. Mostramo-nos ou escondemo-nos. Tal como fazemos na vida chamada real.

Bem hajas por ter trazido o assunto, com a franqueza que te caracteriza.

Beijos.

Laurentina disse...

Pois olha a mim dá-me cá um destes abalos ao pífaro o que resfulegam por ai sobre os "berlog's"...eh eh eh eh , hoje por acaso a funcionária do banco ficou pasmadinha a olhar-me nos olhos por eu estar a tentar pagar uma coisa que ela nem sabia o que era ...quando eu a esclareci que era o contador do meu "berlog" caíu da cadeira e para tráz , como ela pensou de certeza que eu era tolinha , começei a cantarolar o "atirei o pau ao gato"...assim o quadro já ficou mais completo caragu's!!!
Beijão grande para ti e vivá'pluda.

Luisa disse...

Ainda bem que assim pensas! Blogar também me ajudou muito numa fase crítica da minha vida. E não acho que seja uma perca de tempo comunicar com outros por esse mundo fora. O que se aprende com eles!!!

Ana Patudos disse...

APOIADO
REAPOIADO (inventei agora)
vivam os blogs e os blogistas
viva a liberdade de escolha
beijos patudos
Ana Paula

Cordda disse...

Girassol

a isso chamo de um bom recado.
gostei.
Criatividade aqui é constância.

cordda

Maria disse...

Girassol
Que texto mais apropriado
Estamos de acordo!
Beijo

pitanga disse...

Olha, se eu fosse uma Pitanga evoluída nas artes dos blogs, agora desenhava uma platéia a bater palmas, mas como não sou...
PALMAS PARA TI GIRASSOL!!!

beijinhos "estou contigo e não abro"

Girassol disse...

Todos quanto aqui estamos não podemos de maneira nenhuma discordar de tão sábias palavras.
E atrevo-me mesmo a dizer que a maior parte das más linguas tem é inveja. =)
Mas como "vozes de burro" não chegam ao céu.. nós por aqui continuaremos, até que os dedos nos doam!

Beijinhos.

adesenhar disse...

"To blog or not to blog..." !
eu digo que devemos
blogar até que as mãos nos doam...
salvo se estivermos impedidos por qualquer razão como eu estive, uma gripe por exemplo. lololol :-)

e por isso acho que nunca é demais aconselhar a leitura de um livro fabuloso - GERAÇÃO BLOGUE do italiano GIUSEPPE GRANIERI.

:-)