15 agosto, 2006

Cada vez mais....


Yellow meets Orange - Nick Palmer



Minimalista, sim.
São ondas, que vão e vêm, normalmente. Mas agora ficaram.
Começou pela casa. Pela sala, onde sempre se passou o tempo, quando não se estava lá fora. Principalmente durante todo o inverno, com a lareira acesa, os miolos adormecidos, o corpo preguiçando...
Já tinha tirado livros, loiças, móveis a mais....Agora foi a secretária com o computador, coisas e papelada amontoadas em cima.
Ficou a mesa, feita pelo pescador há 32 anos, numa madeira clara, apenas com duas cadeiras de bambu, restos das casas das filhas. Quando é preciso vão-se buscar cadeiras, não há crise...Já deixei de complicar, não tenho visitas de cerimónia.
E pintei a sala de cor, não as paredes! Nas colchas laranja com que tapei os sofás brancos, nas cortinas coloridas, transparentes que entremeei com as brancas, nos panos compridos às riscas laranja e amarelo, nas toalhas coloridas de metro e vinte, tamanho ideal para dois, nos girassóis colocados ao canto...
Tudo adquirido por módicos preços na loja dos trezentos da Isabelinha, como a tratam, com carinho. Quando lá vou, oiço-a:
-
Olhe, chegaram estes panos...esta colcha...estas toalhas que ficam mesmo bem com....
- Já separei... isto e aquilo...porque senão já nem via nada...
- Chegou...isto e aquilo...vai gostar de certeza....
E tem quase sempre razão! A Isabelinha já conhece os meus gostos, dá-me dicas muito úteis, é uma simpatia, uma pessoa luminosa, sempre com um sorriso acolhedor.
Como não comprar?
Porque o ambiente com que nos rodeamos em casa também influencia o nosso humor, pode ajudar-nos realmente. Antigamente dizia-se que cor é vida...
A verdade é que é um prazer estar assim rodeada de cor!

Qual ambiente zen, qual carapuça!
Fartei!!

8 comentários:

Jardineira aprendiz disse...

Girassol, de repente fiquei mais míope que o habitual! (?)

Adorei o texto do post anterior, e o Klimt é a melhor ilustração para as palavras!

Beijos

Girassol disse...

Não é dos teus olhos! Mas da minha artolice...Já corrigi...
Acontece...!!!!
Bjs

aprendiz de viajante disse...

Adorei o texto!

Também ando a preencher a minha casa com cores vivas, transmite-me alegria, e eu preciso!

Um bjo

Teresa Durães disse...

:)

A minha casa é minimalista de certeza. Mas cada um tem o seu canto que faz o que quer dele.

O meu local é um amontoado de livros, cd's, computador e sei lá mais o quê. Mas eu gosto dele assim.

Boa tarde.

Girassol disse...

Wicca, lembro-me nos anos 70, em Angola, ter pintado as paredes da casa de cores garridas...Laranja, castanho....Ficou linda! Mas há sempre outras soluções, basta pensar nelas!!!

Teresa, o nosso cantinho, onde escrevemos, lemos, ouvimos música é muito importante! E deve estar "des-arrumado" à nossa maneira...O meu está reduzido a um canto do sofá, que por vezes é invadido pelo pescador, tão confortável é....
Computador portátil sobre os joelhos...e chega!!!!!
Como vamos mudando...

Beijinhos

pitanga disse...

Querida Girassol, que delícia entrar aqui! Vi-me na loja dos trezentos a fazer as mesmas coisas. E o pior é que às vezes teimo em trazê-las para cá como se trouxesse junto um pouquinho de Portugal. Aí, na hora de fechar as malas é um exercício de mágica para caber tudo lá dentro. Há quem traga chouriços. Eu trago paninhos de renda, o que fazer?
Obrigada por me fazer tão bem, logo assim de manhã.
muitos beijos Pitanga

pitanga disse...

Comentei, e voltei a ler o teu texto. Prometo que não vou chorar.
beijos Pitanga

Girassol disse...

Oi Pitanga, voltei aqui para ler o teu comentário tão emocionado...
Pensa na volta, que prazer!!! E levarás mais coisas lindas, para te recordares daqui!Eu sou das que leva chouriços, salpicão, queijo da serra, ovos nmoles e raivas para Macau!!!!
Beijinhos