16 agosto, 2006

Até nas palavras...


Desenho de Modigliani


Sou minimalista...sim!

Daí a razão dos numerosos haikais que pedi emprestado aos poetas, principalmente brasileiros, por ser uma forma de poesia que encontrou muitos adeptos no Brasil.

Não sei se será cansativo para a minha tribo de girassóis, que habitualmente me tem acompanhado, encontrar com tanta frequência neste espaço esta forma simples e directa de expressão poética.

Mas tem a ver comigo...


RECEITA PARA UM HAICAI

"Se você quer compor um haicai,
à moda de Bashô,
mesmo imperfeito, verifique primeiro
se viveu inúmeras vidas.
Comece por desporjar-se do supérfluo
das vestes da alma:
paletó de esnobismo
camisas de inquietude,
agasalhos de orgulho,
meias de apegos.
Deixe o espírito, em síntese, aquietar-se,
desnudo.
Perceba o cintilar da essência de tudo
que o rodeia.
Veja o mundo com o olhar dos anjos,
faça de seus ouvidos concha de
inocência, imite o Poeta Francisco.
Deixe que o silêncio
seja sua própria carne.
Junte, no embornal da viagem
poucas palavras:
lua, folhagem, templo, relva, primavera,
garça, brisa.
E, por que não?


Yeda Prates Bernis

18 comentários:

Lmatta disse...

está lindo
gostei do poema
beijos

pitanga disse...

Querida Girassol, acabo de comentar no post abaixo e já vejo aqui mais um. Está no auge da inspiração. Que bom!
beijos Pitanga

aprendiz de viajante disse...

Passei para dizer olá e já encontro outro post... as ideias (boas) andam a fervilhar por aí!

Bjinhos

Girassol disse...

Lena
Pitanga
Wicca

Há dias que as ideias fervilham...
Estou um pouco assim....!
Beijinhos

Girassol disse...

Olá Blau!
Tudo bem por aí?
Gostei muito de ouvir o Enrique Chia...Poderia até colocar algum tema aqui!
Bjs

Mocho Falante disse...

linnnnndo

ainda por cima com este som fica sublime

obrigado pela partilha

beijocas

mixtu disse...

muito bonito, aliás, quer os haikus e as tankas são de grande beleza... não são necessarias muitas palavras...
molts petons

Licínia Quitério disse...

Difícil é ser simples. Na poesia e na vida. Também eu tento libertar-me dos adornos para encontrar a beleza. E luto contra as palavras inúteis e poluentes. É sinal de que estamos muito crescidas, Girassol!
Beijo.
Licínia

Licínia Quitério disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
pitanga disse...

Volta ao post abaixo, querida.
beijos pitanga

Rui Martins disse...

o meu primeiro contacto com os haiku foi através da minha professora de japonês num curto (e entretanto esquecido) curso de 3 meses... desde então fiquei apaixonado pelo coisa... infelizmente não existem edições nacionais (que eu conheça!) mas sempre vai havendo a... Internet!

hfm disse...

Tenho os haikais como uma das formas mais difíceis de fazer poesia. Precisamente pelo minimalismo do poema e pelas regras a que obedece por isso só não concordo quando dizes "esta forma simples".

Venham mais haikais. Os brasileiros são muito bons mas Bashô, Yssa e outros são o seu expoente máximo.

Rute disse...

Não conhecia e adorei! Estou à espera de mais!...

Beijos

HatA/mãe disse...

Vim deixar-te mais um beijo, e apreciar o belo poema

HatA/mãe disse...

Fui ver a resposta anterior... eu estou na vossa companhia...sei que acabaste de me visitar.

Mas um dia saberás porque tive que agir assim, para poder ficar.

Beijos

caninos disse...

Ali podem dizer tudo... e fazer tbem !

Perdida apenas divagando...

Muitos beijos

Ana Prado disse...

despojarmo-nos de tudo para ouvir quem somos... quem dera...

gostei deste espaço. cá nos encontraremos mais vezes:)

Anónimo disse...

Very nice site! New craps software Hyacinth pink pearl Mesotherapy france training Viagra sample Barcode printer with linear scanner engagement rings Maternity clothes costs Seroquel menstruation doc martin tv accounting continuing education International moving company online online