27 dezembro, 2007

Descobrir Macau I



Com esta é a quinta vez que piso esta terra, mas apesar de já muito nela ter apreciado, há sempre algo para descobrir, para olhar pela primeira vez.

A Rua da Felicidade.
Já tinha ouvido falar dela, famosissima...

Hoje tem
restaurantes, lojas, rua normalissima.
Outrora nem tanto assim:
A rua do pecado de Macau!
Ei-la...






E ainda uma praça nova, Praça do Tap Seac, com uma série de casas e edifícios belissimos.
Ora vejam...








Arquivo Histórico de Macau




Galeria Tap Seac









Instituto Cultural de Macau


Sentei-me num banco, encostada ao pescador, em fim de tarde.
Observando quem passava: crianças, jovens, casais jovens com filhos, avós passeando netos, idosos praticando tai-chi, turistas fotografando os belos edifícios.
Assim me mantive, sorrindo para alguns que passavam mais perto, e devolviam gentilmente o sorriso.
Talvez por nos verem assim abraçados...
Ou por sentirem também o calor do abraço.

6 comentários:

C Valente disse...

Boa viagem e saudações amigas com votos de bom ano novo

Maria disse...

E é tão bonito esse abraço, forma única de "descobrirem Macau"....

Beijos

bettips disse...

Até nós o sentimos aqui...! Bjs

Messala disse...

olá florzinha chinesa, como estás desde o nosso inesperado encontro na Alemanha...?!
e como vai o jet lag do pescador?
os teus dotes de jornalista, explicitados em fotos e crónicas sobre Macau a que já nos habituaste, estão cada vez melhores e agora acompanhados de bolo-rei! hum, que booom!
por favor continua...

Adoa disse...

Lindo!
Nem convidaste o pessoal.. Mas foi simpático teres lembrado de mostrar as fotos!!
Bom Ano!
Beijo!

isabella saomartin disse...

girassol, revejo-me na forma de sentir macau, quando se senta no banco da praça, estou lá consigo a observar as pessoas da mesma maneira.
Isabella