21 março, 2007

Dia da Árvore

Pôr do Sol em Kota Kinabalu, ontem...

Elejo o Coqueiro para homenagear hoje...
Árvore que me acompanhou na minha meninice e juventude.
Faz agora parte do horizonte sonhado...
E, ainda agora, algumas vezes vivido.

13 comentários:

Messala disse...

Que beleza de por-do-sol e de palavras, que escolheste para homenajear o coqueiro! Tambem gosto de coqueiros e pelo mesmo motivo...sempre aquele continente perdido a dirigir os nossos gostos.
bjinhos

Teresa Durães disse...

curioso, entrei no teu blog e estranhei. elegeu o coqueiro??? para o dia mudial da poesia?????

ah!! é agrónoma!!! eu o Castanheiro, a árvore sagrada!!

Cristina disse...

Que lindo por do sol...
Uma linda primavera para ti
:)
beijinhu

era uma vez um girassol disse...

Messala, a foto foi tirada pela minha filha, no mesmo local onde passei férias. Inspirador...

Teresa, pois é verdade...
É Dia da Árvore, da Poesia e marca o início da Primavera.
Venha ela!

Cristina, obrigada!

Beijinhos

bettips disse...

Há doçura e ritmo nesse olhar de árvore. Como poema, Girassol! Bjinho

Maria disse...

A foto é linda, com um por do sol fascinante.
Gosto de coqueiros....

Beijinhos

Laurentina disse...

Olga , que foto MARAVILHOSA , essas cores do pôr do sol trazem -me gratas recordações ...enfim mágoas , desalentos, muita tristeza ... ainda se a conjuntura ajudasse?!
Bom dia de trabalho e um beijão grande

meg disse...

Cheira-me a àfrica, este coqueiro?
Quem sabe, Luanda!
Estou enganada?
Estou curiosa...
Bj

bettips disse...

Minha querida: lembras-me pimenta, canela...o Oriente, apesar da luz africana que te sinto, estuante. Por isso digo-te para ires espreitar o projecto "Arvore Kaki", sobreviventes de diospireiro bombardeado em Nagasaki... vais gostar da ideia, tão simples, pela Paz, com as crianças...Bj

poetaeusou disse...

*
grande flôr môr
*
A dos coqueiros,
de cabeleiras verdes
e corpos arrojados
sobre o azul...
A do dendém
Nascendo dos braços das palmeiras...
A do sol bom, mordendo.
*
in)lara ribeiro-angola-
*
b)
*

Teresa Calcao disse...

Olha de vez em quando mata saudades dos teus COQUEIROS,ali no Forte da Barra .......onde ha tantos anos suportam as inclemencias do vento norte,mas firmes se mantem!!!!!!!!!!!!
Beijinho

pitanga disse...

Quase se pode mergulhar na foto. Que coisa mais linda!

beijos

rahlo ortuo disse...

também me acompanhou a mim
palmeiras
bananeiras
:)