29 novembro, 2005

O Cinema...e a Emoção!

Devíamos guardar as lágrimas quando, por razões muito fortes, as temos de derramar. Mas não é assim, muitas vezes choramos por tudo e por nada e, algumas dessas vezes, nos filmes...É embaraçoso! Toda a vida fui assim, é uma fraqueza, eu sei. Tão depressa rio como choro, a emoção está sempre à flor da pele!
Quando as minhas filhas eram pequenas, todos me gozavam quando corria algum filme mais triste na TV: - Ó meninas vão buscar o barco que nos afogamos....dizia o meu marido a rir....Ainda hoje se passa o mesmo, sem filhas....! No cinema, é um martírio para sair da sala, olhos vermelhos, a fungar à procura de lenço que não está naquela carteira....Em casa, mesmo a olhar para o pequeno écran ( já vos falo disto...) debulho-me em lágrimas, numa atitude parva e descontrolada...Que chatice!!!!!
Sou uma cinéfila ferrenha, repito, mas o pequeno écran para mim é um desconsolo! Também sempre foi muito pequeno, dada a falta de massas que durante muitos anos grassou lá por casa! Havia outras prioridades e o tamanho do écran das TV's que se compraram não aumentou muito!!!!! Há pouco tempo fomos obrigados a comprar novo televisor: este já tem um écran maior, mas a razão deste facto tem pura e simplesmente a ver com a falta de vista e a preguiça de pôr óculos....! Gosto das salas de cinema que, pelo seu diminuto tamanho actual, não se comparam às de outrora . Ah, as salas do Manuel Rodrigues, do Gil Vicente, do Scala...Essas sim! Gosto do momento em que as luzes se apagam e o filme começa...Fico completamente envolvida na trama, seja ela qual fôr, drama, aventura, acção ou comédia....! Depois, a música, a fotografia, tudo em king size! Não se pode comparar, não tem o mesmo impacto, nem guardamos as mesmas recordações das imagens que vimos e nos encantam.
Continuo a falar de cinema, desculpem-me...Estou a ser chata? Só mais desta vez....
É que tenho algumas coisas para dizer acerca de dois filmes que me fizeram chorar perdidamente nas cenas finais e isso acontece sempre que os vejo! Um deles é O Náufrago ( 2000), com o grande comediante Tom Hanks ( nomeado para o Oscar por essa mesma interpretação) e o outro já foi aqui falado, As Pontes de Madison County ( 1995), com a maravilhosa Meryl Streep ( também nomeada para o Oscar por esse papel). É interessante que em ambos os filmes, existe no final, o dilema, a escolha difícil, ficar ou partir com o Grande amor! E é aí, nessas cenas, na sensação de perda, de impotência, que alago a sala...!!!!
As fotos desses terríveis momentos de As Pontes de Madison County são estas:


No filme O Náufrago ( baseado numa história verídica) , quando o pobre homem volta passados quatro anos de completo isolamento e encontra a mulher casada, com uma filha, passa-se o mesmo: chove, estão dentro do Jeep e.. é aí que me desfaço...e preciso do tal barco!!!!!! A Helen Hunt tem neste filme um pequeno grande papel, está contida, linda! Muito talentosa, ainda gosto de rever com muito prazer e gargalhada a série da TV que a tornou famosa, Doido por Ti !



Partilhei convosco alguns momentos emocionantes para mim ligados ao cinema...Serão assim também para alguns de vós? Tinha piada!!!!
Como diz o Jorge Palma na sua canção:

Deixa-me rir
Essa história não é tua...
.............
Deixa-me rir
.............
Esse curioso alambique
Onde são destilados
Noite e dia o choro e o riso
.............
Pois é, pois é





Sem comentários: