12 novembro, 2007

Beatriz Costa, menina-mulher...

"Sou uma mulher que lutou e conhece o pão que os oportunistas amassam. O que vale é que sou de boa cepa e fui amamentada a pão de milho e tive a água limpa do rio da minha avó."


Menina-mulher, excelente actriz, inesquecível.
Um marco muito importante no cinema português.

Comemora-se este ano o centenário do seu nascimento.
Não pode passar em branco para os apreciadores da 7ªarte.
Pelas suas fantásticas interpretações, alegria genuína, rebeldia, modernidade.

E a franjinha…
A sua imagem de marca.

13 comentários:

Maria disse...

Uma mulher que marcou uma época
Uma actriz inesquecível
Revê-la nos filmes que nos deixou e passar esses filmes aos nossos filhos e netos será a melhor forma de a homenagearmos...
... para que não caia no esquecimento...

Beijinhos

Fernanda e Poemas disse...

Querida amiga, faço minhas as palavras da Maria se ela mo permitir.
Excelente postagem.
Muitos beijinhos,
Fernandinha

luis manuel disse...

O Céu que nos entende...

(Jul06)
"E foi assim.
- Moçambique? Nem pensar... Fazer o quê?
A coisa estava difícil...
Vi o itinerário da viagem:
Ilha de Moçambique, 2 dias;Pemba, 5 dias; Maputo, 4 dias.
Lembrei-me de repente....PESCA!!!!! "
Pois, a coisa estava dificil, assim é que foi !!!

Palmeeeeeeeeeeeeeeeira !
A conversa rolando...um passado que é hoje.
"Machambas, árvores tropicais, palhotas.... mato!"
A falecida palmeira e a nova... Gago Coutinho, que se orientou pela extinta...
A praia do Bilene. Aqueles tempos de campismo selvagem ? Quatro raparigas e um rapaz, talvez para proteger das chuvadas e trovoadas.
Praia de areia branca, deserta. A água morna, mais ainda com a lágrima de saudade... da rainha que voltou. Por lá ficaram memórias, derradeiras mágoas ? um capítulo fechado ? ou agora reaberto ?
Houve passeio por terras de "boers", com as suas "farms". O apetite aos "fillet steak" e last but not least... "Milk Shake" ... "really" mesmo !!!



Parei para meditar nas palavras lidas... a ordem não me importava, não pensava sequer em capítulos fechados.
Via mercados, jardins, piscinas, a Catedral, o prédio Funchal, mais á frente "A Cromalite", a casa ... a araucária ?
"Para afagar a minha araucária, e chorar toda a minha saudade..." Jul06
O Colégio Lis... a Clínica Lourenço Marques... depois, o registo, o talhão, os livros, as pessoas confusas e desvaridas, o abandono... a missão ! Havia uma missão, que afinal se revelou completa apesar de tudo. Como se uma voz dissesse - "... toda a vida andei por perto..."
A razão de ler, noutros tempos:
"Vou a Moçambique enterrar as minhas mágoas.
Para sempre."
"Devíamos guardar as lágrimas quando, por razões muito fortes, as temos de derramar" (da autora-girassol)
"... é urgente permanecer." (Eugénio de Andrade)

Calor... por fora e por dentro ! Mãe... mãe...! patroa, senhora é que já não.
Afinal, à um ano atrás Karen e Dennys, reavivaram essa África Minha... a imensa emoção de pisar a terra que nos viu nascer e crescer, que acolheu os corpos de quem partiu, da vista não do coração.
Esse permanece abraçado por um espírito infinito...

Ainda bem que conseguiste.
E que o "pescador" levou a alma e o coração, sem fazer caso da linha ou do anzol. Afinal, a "home" matêm-se forte. Desde 1972...

Tenho um sorriso nos lábios. Gostei de receber esta partilha profunda.
Há, e também de alguns dos presentes que retirei !

Beijinhos ! Tenham saúde !
(e a espera vai crescendo, né vóvó ?)

C Valente disse...

Boa homenagem
Saudações amigas

mixtu disse...

cruzei-me duas vezes com ela, mulher...

abrazo europeo

poetaeusou . . . disse...

*
sem papas na lingua
,
o primeiro . . .
*
xi
*

Meg disse...

Pronto, cá estou depois de ultrapassar o "tsunami" que arrasou tudo!

Da Beatriz Costa sempre achei que foi uma mulher à frente do tempo em que viveu.
Desafiadora, talentosa, uma verdadeira força da natureza, apesar da fragilidade aparente.

Uma História do Teatro em Portugal.

Um abraço

Meg disse...

Desapareceu uma linha to texto...
leia-se
uma Mulher que ficará para a História do Teatro em Portgal!

Assim é que é.

Beijos

Isabel-F. disse...

Sem dúvida ...

a sua memória e obra ficará para sempre ...


bjs

pb disse...

Uma excelente actriz, marcou de facto uma epoca do nosso cinema ! bjs

Guidinha Pinto disse...

Sem mais comentários, faço minhas todas as palavras escritas.
Beijo.

Ana Patudos disse...

Ai chega,chega,chega,chega a minha agulha
afasta,afasta,afasta, afasta o meu dedal... contracenado com António Silva e Ribeirinho, todos eles FANTÁSTICOS.
beijinhos
Ana Paula

Méon disse...

Aqui perto de mim, em Mafra, foi inaugurada uma exposição sobre ela.
Lá irei neste fim-de-semana.
Obrigado por me ter lembrado.

Fique bem.