04 março, 2015

Dançando



























slow dance - Mark Bennett

O tempo dos slows...
Quando os corações batiam em uníssono, os corpos se colavam, os pés pouco se mexiam...
E as melodias nunca se esqueceram.

1 comentário:

Carmem Grinheiro disse...

Emoções bonitas, com certeza.
Talvez até as emoções se vivam hoje de maneira apressada, música lenta não se coaduna rrrrssss
bj amg