28 fevereiro, 2010

Custa a crer...

Tantos desastres naturais em tão pouco tempo...
Tantas vidas ceifadas...
Tanta destruição...

Primeiro o terramoto no Haiti...
Depois as inundações da Madeira...
A seguir o tremor de terra no Chile...
Agora o temporal em França.

Pedimos acalmia para os elementos da Natureza.
Pedimos paz para todos os que partiram.
Pedimos coragem para os que perderam os seus familiares e amigos.


É tempo de reflexão, de dádiva, de partilha.
Tempo de pensar mais nos que sofrem do que em nós próprios.
Tempo de esperança.
Que melhores dias virão!

(imagens da net)

5 comentários:

Maria disse...

Um abraço. Muito solidário.

Patudos do Paúl disse...

Querida amiga
E o ser humano ainda assim não é crente em nada. Só pensam em bens materiais, não pensam nos que sofrem, nem se apercebem que o planeta onde vivem lhes dá tantos sinais e continuam a não querer ver.O HOMEM TEM DE RESPEITAR O PLANETA ONDE VIVE E QUE LHE DÁ TUDO. Tudo o que está a acontecer, são alertas para mudar comportamentos.Daqui para a frente será bem pior até as atitudes mudarem para melhor.
grande beijinho de Luz
Ana Paula

Pitanga Doce disse...

Nem dá tempo de nos recuperarmos de um susto e já vem outro. Aqui qualquer chuva de meia hora é de não se poder voltar para casa.

Isto está perdendo a graça toda.

beijos Girassol. Já estou do lado de cá, ó flor!

poetaeusou . . . disse...

*
para alem de um bem visível
Girassol quântico, na forma
e cor, assomam as preocupações
solidárias, nos assopros telúricos
do criador, zangado e ameaçador,
tentando corrigir os nossos actos.
,
conchinhas
,
*

Falcato disse...

Um beijinho, oh flor do campo.

Não estás esquecida, mas tive que percorrer outros caminhos, só isso.

Em relação ao teu post...
Não somos nada, perante a as vicissitudes da via e não nos damos conta disso. Somos tão nada...

Um abraço solidário para que teve que passar esta prova de vida!

Um beijo enorme para ti, bonito girassol...


Ferrus